Como começar a vender doces e bolos: dicas para começar do zero

como-comecar-a-vender-doces-e-bolos

O primeiro passo de como ganhar dinheiro é definir o que você vai vender. E aqui tem uma coisa muito importante: qualidade sempre acima de quantidade. Não queira começar fazendo 30 tipos de doces diferentes, porque você não vai dar conta.

Como começar a vender doces e bolos: ofereça uma pequena quantidade de variedades

Leva um tempo até a gente pegar a manha, saber quanto tempo gasta pra fazer determinado produto, como otimizar a produção, essas coisas. Então comece com poucos produtos, porque a chance de acertar é muito maior.

Você pode começar oferecendo dois tipos de doces. Pode ser bolo de pote e brownie, por exemplo, ou donuts, bolo caseiro. Enfim, não precisa necessariamente ser dois tipos, mas é importante estabelecer um número pra você não se empolgar e querer fazer 95 tipos diferentes.

Se for fazer bolos decorados, começa oferecendo poucas opções de massas e de sabores. O mais importante é, se você decidiu fazer bolo no pote, por exemplo, faça o melhor bolo no pote que você é capaz de fazer.

Ofereça o seu melhor, um produto de muita qualidade.

Como começar a vender doces e bolos: aperfeiçoe suas técnicas

Sempre que possível, invista em um curso de confeitaria online. Estudar e se aprimorar é muito importante, independente de qual for o seu ramo de trabalho. E aí vamos pra segunda dica.

Faça testes. Isso é muito importante. Você não pode sair por aí oferecendo um produto que você nem sabe se é bom. Então faça os testes, pra você chegar na melhor receita.

Se vai fazer bolo, tenha uma boa receita de massa de chocolate, uma de massa branca. Teste os recheios.

É fundamental lembrar que cliente não é cobaia. Não adianta você pegar encomenda de um negócio que você não sabe fazer. Por exemplo, o cliente vem pedir encomenda de um bolo com decoração de flamingos em chantilly, e eu nunca fiz na vida, não tenho ideia de como se faz.

Vai testar essa decoração, vai praticar até ficar boa. É isso que vai te fazer uma boa confeiteira, que tem excelência.

Veja também: Cuidados que você deve ter com a pia da cozinha

Como começar a vender doces e bolos: monte seu portfólio de doces

E aí vem as nossas próximas dicas! Faça fotos! “Tive que fazer a receita de donuts pra testar, então vou fazer um monte de fotos com esses donuts”. Faça várias fotos lindas, do produto, da embalagem, dele recheado, dá uma mordida.

Tira foto de tudo, pra você ter bastante foto pra usar. Vocês já devem estar cansados de me ouvir falar isso, mas a foto é muito muito muito fundamental pra quem trabalha com alimentos.

É muito difícil alguém comprar um doce sem ver a foto antes, ou sem ver pessoalmente. E se você faz fotos bonitas, já é meio caminho andado, acredita em mim.

Esses testes que você vai fazer também vão servir pra você calcular direitinho os seus gastos e o preço de venda de cada produto. Por isso também que é importante não ter 500 produtos diferentes.

Porque se não você vai ter que calcular custos de 500 produtos. O vídeo em que eu ensino a calcular o preço de venda também vai estar aqui na descrição.

A partir desses testes que você fez, você já tirou foto, já calculou o preço de venda, e você também vai oferecer como degustação pras pessoas. Leva pra sua vizinha, pra sua cabeleireira, pros amigos, e fala: ó, tô vendendo, viu? Vou te mandar o meu cardápio de doces.

E aí você vai montar um cardápio bem lindo. Mesmo que você só tenha um doce, faça um cardápio digital bem bonito, com todas as informações. Qual é o doce, tamanho, sabores disponíveis, suas informações de contato, suas redes sociais, se faz entregas, se aceita cartão.

Pra fazer o cardápio, você pode usar o Canva, tanto pelo computador quanto pelo celular, é uma ferramenta gratuita e maravilhosa.

Como começar a vender doces e bolos: crie contas de divulgação nas redes sociais

Com o seu cardápio definido e criado, fotos feitas, você vai agora criar uma página nas redes sociais. Pode usar o facebook, instagram, twitter… Esteja sempre lá postando os doces, as novidades, as promoções, bastidores do seu trabalho.

Se esforce pra construir uma relação com seu público, que são seus clientes em potencial. O seu objetivo é vender pra aquelas pessoas
que estão te seguindo.  Então você vai começar divulgando na sua vizinhança, no seu condomínio, pros seus amigos, familiares, enfim.

Eu sei que você conhece um monte de gente. E esses já são possíveis clientes. É lógico que nem todo mundo vai comprar, mas você tem que oferecer, você tem que falar pra essas pessoas que você está vendendo doces e coloque nas etiquetas das embalagens suas redes sociais.

Considerações Finais

A tendência é que o comportamento de consumo das pessoas se transforme, então teremos que aguardar cenas dos próximos capítulos. Nesse momento eu acho que é mais interessante mesmo você apostar no boca-a-boca.

Eu recomendo muito que você faça uma pesquisa da sua concorrência, o que as confeiteiras da sua região vendem, como vendem, por quanto vendem, e o mais importante: como você pode ser melhor do que a sua concorrência? O que você vai fazer pra se diferenciar,
se destacar? O mais importante de tudo: tenha responsabilidade, compromisso, pontualidade.

Trabalhar com doces e bolos é muito mais do que vender comida, é trabalhar com os sonhos, sentimentos das pessoas, então você tem que tratar isso com muita seriedade.

Independente do que você escolher fazer, de qual doce você decidir vender, o fundamental é que você se esforce pra oferecer o melhor que você pode. E tenha certeza de que isso já vai ser um grande diferencial.

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui

Todos os créditos deste post são do canal no YouTube Rafa Cabral – Confeitaria Descomplicada

Gostou? Compartilhe!

Você vai gostar também

Copyright © 2022 Viaje no Detalhe. Todos os direitos reservados.