Portabilidade de consignado o que é e vale a pena?

Portabilidade de consignado

Você já tem um empréstimo consignado, mas gostaria de melhorar as taxas de juros e as parcelas? Então, por que você não faz a portabilidade de consignado? 

A portabilidade de consignado nada mais é do que a troca de um empréstimo de um banco, para outro. 

Ou seja, você descobre um banco com taxas melhores para você. Você pode ir até esse novo banco e optar pela portabilidade do seu empréstimo consignado. Assim, o novo banco quita o seu empréstimo anterior e você começa um empréstimo com as novas condições, do novo banco que escolheu. 

Mas, como isso pode ser feito? E será que fazer a portabilidade de consignado realmente traz vantagens? Vamos ver com maiores detalhes todos esses aspectos. 

  • Como funciona a portabilidade de consignado?

Primeiramente, o cliente deve fazer uma boa pesquisa sobre quais são as instituições financeiras que poderiam fazer essa portabilidade. 

Então, você deve saber calcular quanto é a taxa de juros e quanto sairá a parcela desse empréstimo para você. Afinal, o importante é você conseguir melhorar as condições do seu empréstimo, diminuindo a taxa de juros e as parcelas. 

Dessa forma, o empréstimo consignado com a nova instituição financeira pesará menos no seu orçamento. 

A seguir, você deve entrar em contato com a instituição e pegar mais informações sobre a portabilidade. Veja quais são os documentos necessários para efetuar a portabilidade. 

Decidindo pela portabilidade do consignado, a nova instituição consultará seu saldo devedor na CIP – Câmara Interbancária de Pagamentos. Assim, a nova instituição quitará seu empréstimo com a instituição original. 

Ou seja, você não deverá mais nada ao antigo banco, por exemplo. A partir daquele momento, o empréstimo consignado assume as novas condições, com as quais você concordou, na portabilidade. 

Obviamente, para não perder o cliente, muitas vezes o antigo banco ou instituição entre em contato com você, para propor novas condições. 

De fato, o banco credor tem até 5 dias úteis para executar esse processo e durante esse prazo, pode fazer tentativas para te convencer a não ir para a nova instituição. Isso faz parte e é natural, sendo uma estratégia bastante comum a reformulação de propostas. 

Nesse momento, é importante que você saiba quais são as condições oferecidas pela nova instituição e decida se quer mesmo fazer a portabilidade do seu empréstimo. 

  • Vantagens da portabilidade

Portabilidade de consignado
Portabilidade de consignado

A grande vantagem está em conseguir condições melhores para o pagamento do consignado. Ou seja, taxa de juros melhores e uma parcela menor. 

Como atualmente há vários bancos, inclusive digitais e financeiras que oferecem consignado, a probabilidade de você conseguir condições melhores para o seu consignado é bem grande. 

Claro que a nova instituição vai verificar as condições e analisar o seu perfil. Mas, certamente, você consegue condições melhores para o pagamento desse empréstimo. 

  • Condições para portabilidade de consignado 

Existem algumas condições para que a portabilidade do empréstimo consignado seja aprovada. Uma das primeiras condições é o limite de idade. 

Quanto mais velho for o cliente, menor a chance de conseguir fazer a portabilidade desse tipo de empréstimo. De fato, as instituições financeiras limitam a portabilidade de consignado entre a partir de 26 anos até 74 anos e 11 meses. 

Por isso, para ter a portabilidade de consignado aprovada, você precisa estar dentro desse limite de idade. 

  • Cuidados ao optar pela portabilidade

Muitas pessoas ao verem anúncios na internet sobre taxas de juros de consignado já pensam em fazer portabilidade. Mas, calma! O primeiro cuidado que você deve ter é analisar primeiro quanto você paga e depois quanto você pagará ao optar pela nova instituição. 

Veja também se a nova instituição não cobra taxas, às quais não deveria. Mas, infelizmente, muitas instituições se aproveitam da propaganda para captar novos clientes e incluem taxas às quais não devem ser incluídas. 

Por isso, leia com bastante atenção o contrato que você pretende assinar com a nova instituição e veja se não há taxas embutidas. 

Você também pode desistir da portabilidade, caso o banco original te apresente uma proposta melhor de refinanciamento, mas somente se o saldo devedor ainda não tiver sido pago pela nova instituição financeira. 

Além disso, também existe a possibilidade da portabilidade com troco, ou seja, você refinancia seu empréstimo e a diferença recebe como “troco” depositado diretamente na conta, entre 5 a 9 dias úteis. Essa pode ser uma opção caso você esteja precisando de dinheiro rápido. 

Mas, lembre-se sempre de prestar bastante atenção na taxa de juros e quanto esse novo empréstimo vai sair para você. 

  • Vale a pena fazer portabilidade de consignado? 

Sim, vale a pena fazer portabilidade de empréstimo consignado pela possibilidade de melhores taxas de juros e parcela menor. Por isso, avalie com cuidado as propostas das diferentes instituições e opte por aquela que apresentar as melhores condições para você. 

Gostou? Compartilhe!

Você vai gostar também

Copyright © 2022 Viaje no Detalhe. Todos os direitos reservados.